Como parar de beber? Sintomas da abstinência, tratamento e recuperação

Parar de beber – Cerca de uma em cada dez pessoas desenvolverá um problema de álcool durante a vida. Se você tem um problema, não precisa sofrer em silêncio. Existe ajuda para parar de beber. Muitas pessoas superaram seu problema com o álcool e estão vivendo uma vida mais feliz.

Parar de beber: Abuso de álcool, alcoolismo e dependência de álcool?

Afinal, estes termos agora são considerados parte de um espectro chamado Distúrbios de Uso Indevido de Álcool. Enfim, os termos abuso de álcool, alcoolismo e dependência de álcool caíram em desuso, em um esforço para evitar associações negativas. Mas todos eles significam a mesma coisa. 

Se acaso você experimentou pelo menos duas das seguintes consequências negativas:

  1. Tem dificuldade em controlar quanto álcool você bebe ou quanto tempo bebe? 
  2. Fez tentativas frustradas de parar de beber
  3. Gasta uma quantidade significativa de tempo bebendo ou se recuperando da bebida?
  4. Houve consequências negativas em sua vida doméstica, escola ou trabalho?
  5. Houve consequências negativas em seus relacionamentos, vida pessoal ou vida social?
  6. Você adiou ou deixou de fazer algo por causa do uso de álcool?
  7. Já decepcionou sua família ou amigos por conta da bebida?
  8. Você continuou bebendo apesar dessas consequências negativas?
  9. Ocasionalmente, você tem fortes desejos por álcool?
  10. A sua tolerância ao álcool aumentou?
  11. Você sentiu sintomas de abstinência no dia seguinte após beber?
  12. O uso de álcool levou a situações perigosas?
Resultado

2-3 destes sintomas, atenda aos critérios para uso indevido de álcool leve.

Se você experimentou 4-5 desses sintomas, cumpre os critérios para uso indevido de álcool moderado. Se você teve pelo menos 6 desses sintomas, cumpre os critérios para uso indevido grave de álcool, ou seja, alcoolismo.

Quanto beber é demais? O limite máximo para o uso de álcool foi estabelecido pelo Instituto Nacional de Abuso de Álcool e Alcoolismo. 

  • Para homens, mais de 4 bebidas por dia ou mais de 14 bebidas por semana 
  • Para mulheres, mais de 3 bebidas por dia ou mais de 7 bebidas por semana 
  • Uma bebida padrão é definida como 12 copos de cerveja, 5 taças de vinho ou 1,5 doses de bebidas destiladas. 

Um estudo com mais de 26.000 pessoas mostrou que indivíduos que bebem mais do que o limite máximo têm um alto risco de se tornar alcoólatras. 

Parar de beber – O que é uso moderado de álcool ou bebida social? 

Ao lutar com a questão de saber se você tem ou não um problema com álcool e precise parar de beber, ajuda saber o que é um bebedor social. 

  • Para homens, não mais que 2 doses por dia 
  • Para mulheres, não mais que 1 bebida por dia 
  • Algumas diretrizes sugerem pelo menos 2 dias sem beber por semana. É importante notar que mesmo bebidas de baixo risco não é beber sem risco algum. 

Uma revisão de mais de 200 estudos médicos mostrou que mesmo o uso moderado de álcool aumenta o risco de alguns tipos de câncer, principalmente câncer de boca, laringe e esôfago. Estatísticas de uso de álcool: percentis de consumo. Um estudo com mais de 44.000 estudantes universitários em 1997 encontrou o seguinte padrão de uso de álcool: 

  • 37% dos estudantes bebiam menos de 1 bebida por semana.
  • 50% dos estudantes não bebiam mais do que 1 bebida por semana. 
  • 70% dos estudantes não bebiam mais que 4 drinques por semana. 
  • 20% principais dos alunos bebiam pelo menos 8 drinques por semana. 
  • 10% principais dos alunos bebiam pelo menos 13 drinques por semana. 
  • 5% principais dos alunos bebiam pelo menos 20 drinques por semana. Essas são estatísticas úteis para saber quando se lida com adolescentes que dizem “todo mundo bebe para se embebedar na faculdade”.


Estágios do alcoolismo: O funcionário alcoólico 

  • Fase inicial: você bebe regularmente demais, mas não sofreu muitas consequências. É quando é mais fácil fazer uma alteração. Mas é também quando a negação é mais alta.
  • Etapa intermediária: este é o alcoólatra clássico que funciona. Você ainda tem um emprego, mas seus relacionamentos estão começando a sofrer. 
  • Fase tardia: beber está afetando seu trabalho. Você teve problemas legais, financeiros ou médicos devido à bebida. É assim que as pessoas pensam que o alcoolismo é, mas esse é o fim da linha. 

O alcoolismo é progressivo. As consequências pioram com o tempo e nunca é fácil sair e consiga parar de beber. Mas, se você já sofreu algumas conseqüências saiba nunca há um momento melhor para sair do que agora. Abuso de álcool e tratamento de alcoolismo.

Se você decidiu que tem um problema com álcool, há ajuda e esperança. 

Contudo, os grupos de auto-ajuda, grupos on-line, seu médico, psicólogo, conselheiro, reabilitação de álcool são todos os possíveis apoios para parar de beber. O uso de suportes ajuda você a sentir que não está sozinho. Eles dão a você a confiança de que você pode mudar e mostram técnicas que funcionaram para os outros. 

Assim pedir ajuda e usar suportes aumenta drasticamente suas chances de sucesso. Então você pode mudar sua vida para melhor e evitar as péssimas conseqüências que a bebida alcoólica pode trazer em curto e longo prazo. 

Abaixo estão os vários tipos de suportes de dependência de álcool que existem. 

  1. Grupos de Autoajuda 
  2. Aconselhamento sobre álcool 
  3. Reabilitação de Álcool (Reabilitação) 

Como a reabilitação pode ajudar parar de beber? De fato superar o abuso de substâncias requer aprender novos conhecimentos e habilidades. Então estas são algumas das habilidades que você pode aprender em um programa de reabilitação:

  • Como lidar com os desejos 
  • Relaxamento e controle do estresse 
  • Como mudar seu diálogo interno negativo com terapia cognitiva
  • Identificando suas situações de alto risco 
  • Técnicas de prevenção de recaídas A maioria dos programas de reabilitação para dependentes químicos tem pelo menos um componente de assistência médica de um ano que fornece suporte à medida que você pratica a aplicação de suas novas habilidades em sua vida cotidiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *