Razões para parar de beber voluntariamente

Veja a seguir dicas para largar a garrafa de cerveja e conseguir parar de beber de uma vez por todas.

É um dreno financeiro

Em primeiro lugar, qualquer pessoa que freqüenta um bar sabe que o álcool custa caro e parar de beber fará você economizar muito.

Em cidades grandes, como São Paulo, uma única caneca de cerveja artesanal custa R$ 12 a R$ 15 e uma bebida mista varia de R$ 12 a R$ 16. São R$ 50 a R$ 80 por semana, assumindo que você tenha um hábito de consumir cinco bebidas por semana. Esses são os preços médios de bares e restaurantes e você pode esperar pagar ainda mais em estabelecimentos sofisticados. E nem vamos falar sobre o custo de chamar um táxi ou carro compartilhado para chegar em casa.

Beber em casa é mais barato, para ser justo, mas fazer a substituição de bebidas alcoólicas por bebidas não alcoólicas é ainda melhor.

É um negativo líquido para sua saúde em longo prazo

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o álcool é a terceira principal causa de morte evitável no mundo, depois do tabaco e os efeitos combinados de má alimentação e inatividade física. A Coordenadoria de Controle de Doenças descobriram que entre 2006 e 2010, 35.584 brasileiros morriam anualmente, em média, por causas crônicas relacionadas ao álcool, como doenças cardiovasculares e câncer.

Embora o uso equilibrado de álcool tenha efeitos modestos de melhora, principalmente para homens mais velhos, os efeitos adversos de beber de forma abusiva superam em muito os benefícios à saúde. Se seu objetivo for viver mais e melhor, parar de beber é o melhor curso de ação.

É uma causa significativa de lesão traumática e morte

Por fim, o álcool faz mal à sua saúde em longo prazo e é ainda pior para o seu bem estar em curto prazo e parar de beber é essencial para manter o organismo funcionando corretamente. De acordo com a Coordenadoria de Controle de Doenças, quase 50.000 brasileiros morriam a cada ano, em média, por causas agudas, como quedas e acidentes de automóvel. Homens eram muito mais propensos a encontrar tais destinos do que mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *